O Puto

domingo, agosto 20, 2006

Detesto restaurantes onde

- demoram 30 minutos para tirar o pedido;
- nos trazem uma cesta de pão mas não trazem nada para barrar;
- finalmente trazem algo para barrar mas não trazem talheres;
- o vinho da casa, dito de pias, é pior que um garrafão de "areias" estragado;
- pedimos algo pela terceira vez e a empregada responde "se tivesse mais mãos trazia tudo!";
- trazem um prato e passados 10 minutos trazem outro;
- reclamamos pelo atraso do último prato e a empregada responde "pronto... já está aqui, viu??";

conhecem algum restaurante assim? eu conheço... estive lá ontem!

sábado, agosto 19, 2006

Nova visita ao pediatra

O Puto foi ao pediatra. Outra vez. Desta vez foi a consulta do 1º mês, apesar de já ter 1 mês e 10 dias.
Está tudo bem: 4500 grs e 54 cm. Mais peso do que seria de esperar mas aqui em casa é mesmo assim: come-se bem! :)
Quanto às cólicas e ao dormir menos que no início, o médico disse qualquer coisa com o seguinte significado: "pensavam que ele ia dormir a vida toda? soube bem fazê-lo? então agora aguentem...".
Vamos ver se conseguimos ir passear com o Puto no final do mês ao baptizado da AJ. Em principio acho que sim...
De resto, sem novidades.

segunda-feira, agosto 07, 2006

Estou orgulhoso d'O Puto

Hoje fomos sair. Mais uma vez. E foi a saída maior! Fomos à chicco trocar umas prendas, fomos ver a avó ao trabalho e depois decidimos jantar na baixa. Um risco; e correu bem! o rapaz portou-se como gente grande! Ameaçou chorar, mas a "rolha" calou-o.
estou orgulhoso do rapaz! :)

p.s.- aos pais mais experientes: não vale desencorajarem futuras saídas com frases do tipo: "tiveste sorte! Não penses que vai ser sempre assim! espera que logo vês..."

quarta-feira, agosto 02, 2006

Estou a crescer

Ontem fomos pesar O Puto. Às três semanas engordou quase 1 kilo e cresceu quase 6 cm. Vai ser grande: sai à mãe...
Já presta mais atenção ao que o rodeia, está mais tempo acordado e não gosta de estar sozinho.
Depois de o pesarmos, fomos pela primeira vez passear com ele à baixa, ao final da tarde. Pelos vistos gosta de andar no carrinho: dormiu o tempo todo! Quando está a dormir, não há nada que o acorde: conversas de adultos, choros de outras crianças, televisão, pratos, vizinhos, berbequins e marteladas. É para dormir,... é para dormir!

terça-feira, julho 25, 2006

Não há nada como

o choro d'O Puto;
olhar para O Puto;
adormecer O Puto;
segurar n'O Puto;
a mãe d'O Puto.
Nada.

quinta-feira, julho 20, 2006

Visita ao pediatra

O Puto já foi ao pediatra. Mais 140 gramas e 2 cm em 11 dias. Nada mal!
Depois de tanto gabar o rapaz por dormir (e deixar dormir) bem, esta noite vingou-se e mostrou que afinal as coisas não são bem assim e ele é quem manda (pelo menos para já...): não dormiu nada nem deixou dormir ninguém - e logo na noite antes do dia que o pai ia voltar ao trabalho. Simpático...
há quem diga que são cólicas, mas eu tenho outra teoria: um dos "tios" insiste em fazê-lo sócio do SLB, pelo que eu acho que o rapaz presentiu a desgraça e não conseguiu dormir. Haja bom senso!

segunda-feira, julho 17, 2006

Dói-me...

dói-me ver O Puto a chorar;
dói-me ver AmigOs a sofrer;
dói-me ver AmigAs a sofrer, ainda que não me digam;
dói-me ver que desistiram;
dói-me sentir que se vão arrepender;
dói-me não perceber...
dói-me... dói-me mesmo.